quarta-feira, 6 de maio de 2009

Vortrag

Quem me conhece bem, sabe que prefiro uma apresentação a um teste escrito. Não há nervosismo, nem incertezas. Sou só eu e o público. Sem canetas ou folhas pelo meio, as palavras fluem e a magia acontece. Como é óbvio, aqui as palavras não fluem. Tem de estar tudo bem escrito, e nada sai de improviso, para não correr o risco de aniquilar a língua-mãe da audiência. Não gosto de me sentir presa às letras alinhadas no papel. Estou nervosa. O meu sotaque é péssimo. A minha apresentação está mais pequena do que a dos meus colegas. O meu alemão é tão básico. Porcaria mais a minha falta de vocabulário. Só espero que não façam perguntas. Vai correr tudo bem, vai correr tudo bem. Merda. Vai correr tudo mal. É a minha vez. Viagem pelo site: clickar, mostrar, explicar. Leio as minha folhinhas com calma e acrescento um ou outro ponto. Já está. Alguém tem perguntas? Pânico! Por favor, não tenham. O menino lá do fundo tem uma. Porra! Consegui perceber a pergunta. Sabia a resposta. Consegui responder sem me atrapalhar demasiado. No final, correu tudo bem. 


6 comentários:

Marta disse...

És a maior do mundo! Claro que ia correr bem:))

[]JoNnY[] disse...

Mas tinhas duvidas que não ia correr bem? Mania pá! :P

Em ultimo caso mandavas toda a gente mandar uma curva em português e sentias-te melhor :P

Tatiana Albino disse...

viste?

Corre sempre bem :P

Gxpto disse...

Congrats :] u can do it \m/

Rebuçado disse...

es o meu orgulho! =')

***

Nefelibata disse...

Beijinhos!! só vens mesmo em agosto? :(

Diana